Neste blog

19 de abr de 2012

Agora

Sabe aquelas horas em que esquecemos
As mais torrentes emoções?
Aqueles momentos em que esmorecemos
E ficamos em turbilhões?

Me sinto assim, agora
Nesta hora em que se ausenta.
Peço-te: não vá embora!
Eis meu amor, experimenta! 

                                       Regina Célia Costa

18 de abr de 2012

Garoa

A alegria que trazes tua lembrança
é quase tortura para mim!
Fico boba e me encho de esperança
e acredito não ter chegado ao fim!

A tristeza que trazes tua lembrança
é marca profunda em meu coração!
Perco toda a minha temperança
e caio muito aquém do chão!

Mas a lembrança, tanto da alegria e da tristeza,
Que me traz a tua nobre pessoa
Só me faz ter a grata certeza
Que minhas lágrimas foram apenas garoa!


                      Regina Célia Costa