Neste blog

18 de jan de 2012

Acaba de ser publicado

   “A leitura é algo inacreditável. Ela nos leva a escrever”
 
     Meus queridos, é com grande orgulho que informo a publicação de meu primeiro livro.
      "Preferências Poéticas" está disponível no site 'Clube de Autores'. Você que já é um leitor do blog, poderá adquirir a obra completa e tê-lo à sua cabeceira para apreciar poesias desta humilde escritora.

Compre aqui o livro 'Preferências Poéticas'
Nesta obra estão poesias e poemas nascidos a partir de 06/09/2011, com exceção de “Conversa Infantil”, que não passa de uma brincadeira minha, tentando imaginar o que se passava na cabeça de minha filha Larissa e minha sobrinha Raissa, enquanto conversavam olhando para o céu, bem infantil mesmo, composta no início da década de 90.
Podem ser encontrados dois protestos contra a política local: “É preciso mudar Taubaté” e “Corja”. Há, também, duas homenagens que são acrósticos, “Professor” e “Raul Fernando Costa”, este último para meu irmão por ocasião de seu aniversário.
Tem o infantil “Contusão”, uma lição que todas as crianças deviam aprender ( eu aprendi).
    Sendo a maioria descrição de sentimentos, desejos, esperanças, emoções e devaneios práticos de um coração que ama amar sua própria essência poética.
    Desejo a todos uma ótima leitura e que, ao menos, uma destas poesias (ou poemas) possa descrever seus próprios sentimentos.

                 


































11 de jan de 2012

Parte de mim

Parte de mim é este querer insano
Que arrebata minha vontade mais pura.
Parte de mim é você, amor tirano
que sempre me leva à loucura!

Parte mim é este quente arrepio
que me leva a batalha constante
de sempre buscar o desafio
de tornar su'alma minha amante!

Parte de mim é teu absurdo
que contraria toda minha razão
meu senso comum se faz surdo
tornando-me irracional o coração!

10 de jan de 2012

Você...

A poesia do meu dia
Só falou de você
Tentei medir a alegria
Antes de esquecer

Contudo, todavia
neste dia em seu fim
só me restou a folia
de tê-lo só para mim.

Queria um querer finito
Com poucas esperanças
Apenas de um dia bonito
Esperançoso como as lembranças.





8 de jan de 2012

Pensando em...

Pensando em mim
cheguei ao fim
de um porém
dizendo amém
porque amei
quem odiei!

Pensando em você
fiquei a mercê
deste amor
que não é dor
mas, é tormento
no pensamento!

Pensando em nós
não há prós 
que nos unam
que não consumam
todo o torpor
deste amor!


6 de jan de 2012

TPM

Parece que fico
a brigar comigo,
procurando inimigo
em meu próprio umbigo.

Bobagem, digo para mim.
TPM não é o fim,
mesmo que tudo seja carmin,
Aceito as coisas assim.

Mas que chato,
fico com cara de sapato
ando feito um pato
e ninguém tem tato.

Já sei. Vou me esconder
vou comer
vou beber
e você não vai me ver.

Quando tudo passar, 
e eu voltar
vamos conversar,
fofocar
e gargalhar!




Era uma vez

Era uma vez um amor
que se escondia na dor
E se achava o senhor
da minha vida
sofrida
perdida
porém querida
Ele se achava no direito
de se fazer perfeito
por ter sido eleito
no meu coração 'o eterno'
abusava do meu materno
do meu paterno
e usava o fraterno
Um dia eu me cansei
então gritei
agitei
o expulsei
Mas, voltei atrás
pois quem seria capaz
de não dar cartaz
para tão belo rapaz?